quinta-feira, 30 de junho de 2016

Imperatriz terá novo complexo esportivo

Imperatriz - Em processo de conclusão, a obra de revitalização do complexo esportivo Barjonas Lobão, o antigo Fiqueninho, situado na Avenida Bernardo Sayão, prevê investimentos na ordem de R$ 5 milhões, incluindo a contrapartida de R$ 1 milhão da Prefeitura de Imperatriz.


De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura (Sinfra), Roberto Vasconcelos Alencar, novos serviços foram implementados na reconstrução do novo complexo esportivo de Imperatriz. Na área externa foi inserida a construção de pistas de caminhada, grade e a implantação do novo sistema de iluminação pública.

Alencar garantiu à reportagem que os valores da obra foram mantidos junto às construtoras, porém o município acrescentou mais serviços para beneficiar mais ainda a população de Imperatriz.

“Os contratos não sofreram [em nenhum momento] aditivo de preço às empresas, bem como não poderíamos prevê o atraso e o problema que o país enfrenta com a crise econômica e política, desde 2014”, disse ele, ao lembrar que a situação se agravou neste último ano depois do processo de transição dos governos Dilma e Temmer.

Ele justificou ainda que a crise provocou o atraso dos repasses dos recursos financeiros, prejudicando o cronograma de inauguração da obra que contemplará dezenas de crianças e adolescentes.

Roberto Alencar anunciou que a previsão de entrega do novo equipamento à comunidade está previsto para a primeira quinzena do mês de setembro.

Roberto Rocha cria e-mail de sugestões para lei de incentivo à cultura



O relator do projeto de lei 94/2014, que institui uma política de fomento à cultura em substituição à chamada Lei Rouanet, senador Roberto Rocha (PSB-MA) anunciou em plenário, nesta quarta-feira (29), a criação de um e-mail (cultura@robertorocha.com.br) para ouvir opiniões e colher sugestões para o relatório que irá apresentar. “Meu espírito é o de ouvir todas as partes, os produtores, os artistas, as empresas, os secretários de cultura, os agentes públicos e privados envolvidos nessa questão. Precisamos recolher as lições da experiência da Lei Rouanet, aprimorar suas virtudes e combater seus defeitos”, afirmou.

Roberto Rocha é o relator do PLC 94/2014, enviado pelo Ministério da Cultura, na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

O senador comentou a operação que resultou na prisão de pessoas acusadas de desviar recursos público oriundos de isenções fiscais provenientes da Lei Rouanet. Disse que essas distorções precisam ser corrigidas, mas defendeu a importância de uma lei de incentivo à cultura, lembrando que em mais de 20 anos de vigência da lei quase 50 mil projetos captaram recursos pelo mecanismo de desoneração e cerca de 67 mil investidores financiaram projetos culturais. “Esse conjunto extraordinário não deve ser criminalizado, por conta da ação de uma minoria.”

Roberto Rocha defendeu, no entanto, uma correção de rumo na lei. E apontou problemas que precisam ser resolvidos, como a desigualdade regional na distribuição dos recursos e o fato de que atualmente cabe ao mercado, mais que ao poder público, definir para onde vão os investimentos. “Precisamos melhorar também os mecanismos de fiscalização”, disse ele.

O senador informou que as conversas com os técnicos do Ministério da Cultura serão retomadas e que será realizada uma audiência pública para debater o assunto com todas as partes envolvidas no processo. O e-mail (cultura@robertorocha.com.br), criado por ele, irá recolher sugestões que junto com o resultado da audiência vão contribuir para preparar o relatório da lei enviada pelo MINC.

Professor Angelberto anuncia pré-candidatura a vereador em Montes Altos

Montesaltense nato o professor Angelberto é pré-candidato a vereador pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) e será um dos concorrentes a uma das nove vagas ao Poder Legislativo de Montes Altos nas eleições deste ano. 

Angelberto é filho de Montes Altos e é professor da rede municipal de ensino há 19 anos. É graduado e pós-graduado em História e será candidato na chapa liderada pelo pré-candidato do PDT, Ajuricaba Abreu. 

O pré-candidato afirma que buscará atuar nas diversas áreas, mas que dará uma atenção maior para a educação por ser sua área de formação e de atuação profissional por quase duas décadas. “Caso seja eleito irei apresentar projetos e lutar para que as escolas sejam um ambiente agradável tanto para os alunos quanto para os professores para que haja um maior rendimento de ambas as partes. Irei lutar pela climatização das escolas e pelo funcionamento dos laboratórios de informática, pois com isso haverá maior aprendizado e melhor acesso do aluno à informação e ao conhecimento”, destaca o pré-candidato, que é também sindicalista na área da educação e que sempre lutou em defesa da coletividade de cada um dos sindicalizados. 

Professor Angelberto diz também que lutará incansavelmente junto ao prefeito eleito e ao governo do estado para que seja criada em Montes Altos uma subestação de energia, para que assim “a nossa cidade tenha uma energia com potencial capaz de funcionar qualquer indústria que queira se instalar na cidade, gerando então diversos empregos e a população possa ter outra alternativa de empego e renda”. 

O pré-candidato a vereador, Professor Angelberto destaca também que como vereador irá atuar em defesa do povo de Montes Altos, além de fiscalizar a aplicação dos recursos públicos e finaliza dizendo que quer “ser vereador para representar e lutar pelos anseios dos montesaltenses. Quero representar o meu povo com seriedade e respeito”, ressalta.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Com o programa "Participação e Cidadania na Gestão Pública", Maura Jorge presta conta de suas ações em Lago da Pedra.

A prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, Com o programa "Participação e Cidadania na Gestão Pública", Maura Jorge presta conta de suas ações em Lago da Pedra.além do carisma, tem demonstrado habilidade quando o assunto é administrar o que é público. Após quase oito anos à frente de Lago da Pedra, a prefeita agora percorre bairros e povoados da cidade, prestando conta de cada centavo do erários público. 

Para isso criou o programa Participação e Cidadania na gestão pública, que visa levar aos moradores da cidade, um balanço de todas as ações e obras desenvolvidas ao logo de sua gestão, além de enfatizar que todas as obras que estão em andamento, cujo recurso esteja devidamente liberado, serão concluídas.

Atitudes como essa, explicam o sucesso da política Maura Jorge ao logo desses 26 anos de vida pública. 

São quatro mandatos de deputada e dois de prefeita, o que a gabarita à vôos mais altos. Como a mesma costuma falar, não é apenas com diálogos que se muda a realidade da nossa gente, mas com dedicação e muito trabalho. E disso ela entende!

Vereadora Terezinha Soares: “lutei pela construção desse equipamento público”

Vereadora lembra da luta pela construção do novo equipamento público
Gil Carvalho
Imperatriz – A vereadora Terezinha Soares, que desde o começo do mandato luta pela instalação da “Casa da Gestante de Imperatriz”, comemora a iniciativa de implantação do núcleo de apoio às gestantes nas dependências do Hospital Regional Materno Infantil (HRMI).
Ela utilizou a tribuna para reiterar que desde a gestão ex-governador Jackson Lago (in memória) solicitou, por meio de indicação aprovada no plenário legislativo, a construção da “Casa da Gestante de Imperatriz”. “E depois que a ‘casa’ está organizada, surgem quatro a seis pessoas dizendo que foram elas que conseguiram esse benefício para nossa gente”, rechaçou.
A parlamentar diz que testemunhou por diversas vezes o drama das gestantes carentes que chegam de povoados, bairros distantes e até de outras cidades hospedas em casas de parentes e amigos para o preparo da mulher para o momento de nascimento do bebe.
“É de suma importância essa etapa no processo de cuidar da mulher-mãe, pois dar à luz de forma natural a um bebê saudável é uma das experiências mais intensas da vida e da mulher”, avalia ela. A obra é resultado de uma emenda no valor de R$ 2 milhões disponibilizada pelo senador Roberto Rocha (PSB-MA).
O recurso liberado por meio do Fundo Nacional de Saúde (FNS) ao Governo do Maranhão é para a reestruturação de unidades de atenção especializada em saúde, por meio do Hospital Regional Materno Infantil (HRMI), especificamente a construção da “Casa da Gestante de Imperatriz”.
Terezinha Soares reitera que reforçou o pedido de instalação da “Casa da Gestante de Imperatriz” ao governador Flávio Dino, inclusive na presença do deputado estadual Antônio Pereira (DEM). “Expliquei ao governador sobre essa situação das gestantes e a urgência dessa obra para atender as parturientes carentes vindas dos povoados e bairros distantes do centro”, relembrou.
A vereadora agradeceu publicamente o governador Flávio Dino pela construção da “Casa da Gestante de Imperatriz”, equipamento público que beneficiará dezenas de gestantes dos bairros e povoados de Imperatriz, bem como de vários municípios da região Tocantina.
Terezinha Soares chegou a presidir a Comissão de Saúde e Assistência Social da Câmara Municipal.

Deputados mandam recado a Flávio Dino e não votam propostas do governo

Governo ainda não pagou parte das emendas parlamentares de 2015 e o valor total da verba destinadas aos parlamentares de 2016.
A lua de mel do governador Flávio Dino (PCdoB) com deputados membros da sua base aliada na Assembleia Legislativa está no fim. Há pelo menos três semanas que o Poder Executivo tenta aprovar propostas, mas não consegue por falta de quórum. O motivo para o esvaziamento é a falta de pagamentos das emendas parlamentares ainda de 2015.

A manobra de esvaziar o plenário é comandada pelo Bloco União Parlamentar do deputado Josimar de Maranhãozinho (PR) e tem ainda a adesão de deputados do Bloco Unidos pelo Maranhão.

Os deputados até aparecem na sessão, mas depois do período do pequeno expediente, os parlamentares se ausentam do plenário para evitar a votação.

Estão na pauta da Assembleia há mais de três semanas cinco mensagens do governo com projetos de lei. As propostas já passaram por comissões da Casa, mas não conseguiram ser apreciadas.

Duas delas são referentes a política de aumento de arrecadação do Poder Executivo. No projeto de lei 84/2016, o governo quer fazer modificações no sistema tributário. Essa proposição tem parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e governistas até cogitaram em apresentar requerimento pedindo votação em regime de urgência da proposta.


Rafael Leitoa, que preside a CCJ, foi um dos deputados que admitiu a intenção de pedir urgência, mas nunca apresentou para não expor o descontentamento da base governista.


O líder do governo, Rogério Cafeteira (PSB), admite que há atrasos no repasse, mas que o governo está se esforçando para pagar as emendas.

“Sabemos que os deputados querem o pagamento das emendas e o governo tem a intenção de pagar, mas isso será feito quando o caixa do estado permitir. Estamos em uma crise econômica em todo o Brasil e no Maranhão não é diferente”, afirmou Cafeteira.

Pelo previsto no Orçamento estadual em 2015, os deputados estaduais tinham cada um direito ao repasse de cerca de R$ 3 milhões. Desse total, menos de 10% foi repassado aos deputados em fevereiro do ano passado para as festas do carnaval.


Depois disso, o governo estabeleceu regras para que o repasse fosse repassado. As prefeituras indicadas pelos parlamentares deveriam apresentar documentos para que os valores fossem repassados em forma de convênios. Algumas prefeituras chegaram a receber, mas somente uma parte e já este ano.

Do total de 2015, foram repassados para os deputados 50% dos valor. O restante seria pago em março, abril, maio e agora junho e nada foi repassado.

Redução - Já em relação aos valores referentes as emendas de 2016, a previsão era de que os deputados receberiam cerca de R$ 3,1 milhões. No entanto, se chegar a serem pagas as emendas, os deputados deverão receber somente R$ 2 milhões.

O que o governo alega é que falta dinheiro para pagar as emendas. O problema é que os deputados são pressionados por suas bases – principalmente os prefeitos que concorrerão a reeleição – para que obras cheguem aos municípios. (O Estado)

“A história não acabou”, diz Sebastião Madeira, sobre Imperatriz…

Prefeito contesta informações de que esteja isolado e rejeitado pelos candidatos à sua sucessão e garante que vai atuar, efetivamente, nas eleições municipais.

O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB), contesta qualquer um que o veja desgastado no fim de mandato, em força para influenciar nas eleições de outubro.

– A história não acabou – afirma o tucano, fazendo referência ao escritor Francis Fukuyama, que decretou o fim da história e teve que voltar atrás.

Para Madeira, o desgaste de sua gestão é algo natural a todo gestor público em fim de mandato

mas ele lembra ter sido o único prefeito de Imperatriz já reeleito na história do município, o que mostra sua influência.

– Já decretaram meu óbito político algumas vezes. E eu ressurgi – destacou.

De fato, os especialistas apontam que Madeira, embora com o mandato desgastado, tem influência preponderante nas eleições de Imperatriz.

– A orça de uma estrutura como a que Madeira comanda tem poder de influenciar o resultado das eleições – aponta o jornalista Fernando Júnior, dono do Instituto de Pesquisas Escutec.

Madeira garante que usará esta influência nas eleições, seja com candidato próprio ou apoiando uma outra candidatura – como a do delegado Assis Ramos, por exemplo.

Mas esta é uma outra história…

48º EXPOIMP: Inscrições para o torneio leiteiro seguem até a próxima segunda no Sinrural

Realizado tradicionalmente durante as edições da Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp), o torneio leiteiro continua com inscrições abertas até a próxima segunda-feira, (04) de julho. Em sua 19° edição, o torneio começa com a Esgota Oficial, dia 6 de julho, prevista para às 19h. A competição traz três categorias diferentes: novilha, 30kg e livre, onde cada vaca passa por duas ordenhas em horários diferentes durante o dia.


O evento vai contar com ordenhas em horários fixos, às 7h e às 19h, inicia na quarta-feira (06), seguindo até o dia 9 de julho, com competidores do Maranhão e outros estados, como Tocantins e Pernambuco. Ainda no dia 09, acontecerá a entrega de troféus e premiações, a partir das 21h.

terça-feira, 28 de junho de 2016

Roberto Rocha se reúne com ministros da Casa Civil e do Turismo

Recursos para investimento em saneamento básico, água e infraestrutura turística foram os temas das reuniões que o senador Roberto Rocha (PSB-MA) manteve nesta terça-feira (28) com os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e do Turismo, Alberto Alves, e com o presidente da Funasa, Márcio Endles Lima Vale. Os encontros aconteceram ao longo do dia e fazem parte da rotina de trabalho do senador. “Mantenho uma agenda com todos os ministros e dirigentes de órgãos federais para interceder pelo Maranhão. Entendo que como senador posso contribuir muito trabalhando para a liberação de recursos e aprovação de projetos para o nosso estado”, afirmou Roberto Rocha.

Pela manhã, Roberto Rocha esteve com ministro Eliseu Padilha e obteve a garantia de que o governo federal manterá a liberação de recursos para a despoluição da Lagoa da Jansen e obras de implantação do sistema de água e esgoto de Balsas.

A tarde a audiência foi com o ministro interino do Turismo, Alberto Alves, que reiterou ao senador o interesse em investir em infraestrutura turística na orla do rio Balsas e em Barreirinhas e na promoção da Rota das Emoções como destino turístico.

O presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Márcio Endles Lima Vale esteve no gabinete do senador em Brasília, onde tratou de liberação de recursos para o saneamento em diversos municípios do Maranhão.

Imperatriz

O senador Roberto Rocha também recebeu a informação do Ministério da Saúde do pagamento da ordem de serviço ao governo do estado de R$ 892 mil para estruturação e compra de equipamentos do Hospital Materno Infantil de Imperatriz. Os recursos são oriundos de uma emenda feita pelo senador ao Orçamento da União de 2016.

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2015 Todos os direitos reservados.
Produzido por
Dicamax Tecnologia e Comunicação