segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Flávio Dino anuncia centro para casos de microcefalia

Neste sábado, o Governador Flávio Dino, o Ministro Chefe da Casa Civil, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior e demais autoridades, lançaram em São Luís a campanha nacional de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti. Na ocasião, o governador Flávio Dino anunciou a inauguração de um centro especializado para cuidar de mães e crianças diagnosticadas com microcefalia. O Centro funcionará no Hospital Benedito Leite, em São Luís.


Como parte das ações de enfrentamento, o governador Flávio Dino também determinou a criação do comitê Interinstitucional de combate ao mosquito e da Sala de situação, além de instituir medida provisória determinando ações imediatas de combate ao Aedes aegypti.


Jacques Wagner, o Ministro Chefe da Casa Civil, presente no evento, destacou em seu discurso a mobilização organizada pelo Governo Federal para combater a ação contra o mosquito e todas as suas consequências, e fez um apelo para que todos se mobilizem em casa evitando juntar água parada, reduzindo, assim, a proliferação do mosquito. “Peço a todos que deem a sua contribuição permanente no combate ao mosquito para que possamos garantir a saúde das próximas gerações “, disse o ministro.

Flávio Dino anunciou ainda a criação de um prêmio para os municípios que conseguirem manter o índice de infestação do mosquito abaixo de 1%. “Vamos promover um campeonato para premiar em dinheiro os municípios que apresentarem os melhores resultados de combate ao mosquito. É preciso compreender que se trata de uma causa de todos e que precisamos ter solidariedade social”, afirmou Flávio.

A ação, realizada nos Bairros do São Francisco e Ilhinha em São Luís – escolhidas por serem de alto risco de infestação do mosquito, de acordo com o Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRA) – mobiliza 850 militares das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) em conjunto com as Secretarias Estadual e Municipal de Saúde de São Luís, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos; Defesa Civil; Corpo de Bombeiros Militar e instituições que integram o Comitê Interinstitucional de combate ao mosquito no Maranhão.As ações conjuntas dos poderes públicos deverão visitar oito mil imóveis.

A Secretaria de Estado da Saúde lançou o Plano Emergencial de Enfrentamento da Dengue, Chikungunya e ZikaVírus, que tem como objetivo a conjugação de esforços para a intensificação do controle vetorial nos 217 municípios, à exemplo do eixo da capacitação permanente, iniciando pela integração e articulação das atividades de campo pelos 15.800 Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e dos 2.313 Agentes de Combate a Endemias (ACE) no Maranhão.
# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2013 Blog da Kelly