quinta-feira, 5 de maio de 2016

Aumentam os casos de chikungunya e zika vírus em Imperatriz, diz vereador

Em Imperatriz, o número de pessoas com sintomas de Zika e Chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, tem assustado a população. O alerta foi feito pelo vereador Raimundo Roma, nessa quarta-feira (04), na sessão da Câmara Municipal.


Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2016, foram notificados mais de 39 mil casos prováveis de febre de chikungunya no país. Já os possíveis casos de Zika ultrapassaram as 90 mil notificações. Em Imperatriz, os números ainda são imprecisos, porém, Roma afirma que tem chegado ao conhecimento dele o relato de várias mortes em decorrência dessas duas doenças.


O vereador citou como exemplo dois homens, de em média 30 anos de idade, que morreram essa semana, após complicações de zika e/ou chikungunya. “Temos visto as unidades de saúde lotadas de pessoas apresentando sintomas dessas enfermidades. Infelizmente, tivemos o conhecimento de duas pessoas jovens que morreram vítima da doença, uma delas é o DJ Number One. A situação está grave”.


Roma ressaltou, ainda, que são necessárias ações conjuntas para eliminar os focos Aedes aegypti. “Precisamos conscientizar que o combate ao mosquito começa na nossa própria casa. O carro fumacê, também, têm que passar pelos bairros para ajudar nesse combate. Inclusive, já vi o carro em algumas ruas, mas, é preciso reforçar a ação”.

Texto: Paula de Társsia, da Assessoria
# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2013 Blog da Kelly