segunda-feira, 2 de maio de 2016

FLÁVIO DINO E JACKSON LAGO: SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS

A aproximação da campanha eleitoral de 2016 tem levado analistas políticos a avaliarem as posturas dos governadores mais bem votados da história em Imperatriz, maior município do interior maranhense e mais anti-sarneysista dentre as 218 cidades do Estado.
Ao sagrar-se governador em 2006, com votação histórica, Jackson Lago começou agradecendo pela campanha memorável celebrando comemorando a vitoria em Imperatriz. Lago voltou à cidade para o primeiro réveillon em terras tocantins. A partir de Janeiro de 2007, já no exercício do cargo, o governador adotou como hábito visitar a cidade pelo menos uma vez ao mês e ao ser cassado, havia solidificado amizades e conquistado o coração da Terra de Frei Manoel Procópio.
Jackson prestigiou a cidade na montagem da equipe de auxiliares. A esposa do então ex-deputado Jomar Frrnandes (PT), Terezinha Fernandes, foi nomeada secretária de Estado do Trabalho, O deputado Federal Sebastião Madeira (PSDB) tinha trânsito livre no Palácio dos Leões e o deputado estadual João Batista (PP), revelação da política de então, foi atraído para o grupo situacionista. O PDT local adotou postura discreta, conciliadora, não alimentando qualquer projeto hegemônico .
Desde o início o governador procurou fazer a diferença. Obras definidores, estruturantes foram arquitetada para Imperatriz - com destaques para a Ponte Dom Afonso Felipe Gregory, o Estádio Frei Epifânio D'Abadia e o Terminal Rodoviário. Na campanha municipal de 2008, antes da metade do mandato, Jackson se tornara liderança tão incontestável que, conforme analistas, seria capaz de eleger "um poste". O mandatário usou esse prestígio para unir seu grupo e fazer do correligionário tucano Sebastião Madeira prefeito. Eleito, o ainda mandatário foi sempre tratado com deferência em sua administração. Ao ser afastado por decisão judicial até hoje lamentava, Lago deixou 70 milhões nas contas da Prefeitura para diversas obras.
Flávio Dino foi tão bem votado quanto Jackson em Imperatriz, aproveitando o sentimento de oposição ao mando do sarneysmo, entretanto as semelhanças param por aí. As visitas à cidade são cada vez mais raras. O único imperatrizense nomeado Secretário foi Clayton Noleto, para fortalecer o seu partido, o PCdoB. A legenda aproveitou a eleição de Dino para monopolizar todos os cargos locais do Governo e, em detrimento de aliados históricos com o PT e o PDT, além de correligionários recentes mas importantes, com o PSDB, tenta viabilizar uma antes inimaginável candidatura a prefeito. A aspiração hegemônica comunista rachou a base situacionista em Imperatriz, criando expectativa de vitoria ao oposicionista Ildon Marques(PSB ).
Enquanto enfraquece aliados ao não prestigia-los e os divide com a busca de protagonismo por parte do seu partido, o governador, tudo indica, não chegará à campanha com a popularidade de Jackson. É que até o momento a cidade que simbolizou a vitoria oposicionista em 2014 não mereceu tratamento diferenciado.
 Flávio Dino não realizou obras estruturantes e capazes de definir o futuro de Imperatriz. Caso não se verifique uma mudança radical de postura, Flávio Dino tende a chegar a Outubro, mês da eleição Municipal, com popularidade tão baixa que aliados que sonhavam com seu apoio já não desejem a presença do governador em seus palanques.


# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2013 Blog da Kelly