sábado, 3 de setembro de 2016

Apenas 4 cidades do Tocantins são consideradas eficientes no uso de recursos públicos. Sítio Novo é uma delas

Levantamento inédito divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo, em conjunto com o Instituto de Pesquisa Datafolha, apontou quais cidades brasileiras usam melhores os recursos financeiros com saúde, educação e saneamento básico. Numa escala de 0 a 1, só 24% das cidades ultrapassam 0,50 e, por isso, podem ser consideradas eficientes. No tocantins apenas quatro: Porto Nacional (0,519), Ananás (0,510), Sitio Novo do Tocantins (0,508) e Colinas do Tocantins (0,505). Palmas aparece no estudo como município com "alguma eficiência", com nota 0,475, na posição 2.018 entre os 5.281 municípios pesquisados. Entre as cidades do Tocantins, Palmas ficou 11º lugar.

Araguaína ficou em 2.229º no ranking, também com "alguma eficiência". Paraíso do Tocantins aparece na posição 2.854º e Gurupi na 3.575º sendo considerados municípios com "pouca eficiência". Porém, 70 cidades tocantinenses aparecem na pesquisa como "ineficientes".
A nível nacional, no topo do ranking ficou a cidade de Cachoeira da Prata (MG), com 3.727 habitantes. O ranking mostra que apenas 24% das cidades brasileiras são eficientes.

Pesquisa
O Ranking de Eficiência dos Municípios - Folha (REM-F) levou em conta indicadores de saúde, educação e saneamento básico para calcular a eficiência da gestão e considerou a receita per capita de cada cidade pesquisada.
Foram apresentados dados de 5.281 municípios, ou 95% do total de 5.569. De acordo com os escores obtidos, os municípios são alocados em quatro subgrupos: ineficientes, cidades com pouca eficiência, com alguma eficiência e os eficientes.
# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2013 Blog da Kelly