Andréa Murad confirma que Braide foi à casa de Roseana - Blog da Kelly

Publicidade Top

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Andréa Murad confirma que Braide foi à casa de Roseana

A deputada Andréa Murad (PMDB), filha do ex-secretário Ricardo Murad, declarou, em discurso proferido nesta segunda-feira (24) na Assembleia Legislativa, que o candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide buscou o apoio da ex-governadora Roseana Sarney.

“Então, renegar um apoio de uma ex-governadora? Pode ser! Se ele acha isso decente, ele pode renegar, mas que não fosse deselegante: “Eu não quero os Sarneys!”. Mas que não fosse para a televisão dizer isso, sendo que ele foi lá no primeiro turno fazer exatamente isso, procurar o apoio dos “Sarneys”. Nós precisamos, quando fazemos um compromisso, ter a moral e a ética de cumprir exatamente aquilo que a gente fala“, disparou Andréa Murad.

O deputado Adriano Sarney, neto do ex-senador José Sarney, foi o primeiro a revelar que Eduardo Braide buscou ajuda do grupo Sarney e também do PMDB, do senador João Alberto e da ex-governadora Roseana Sarney. “O deputado Braide foi até a casa da ex-governadora Roseana Sarney e pediu o apoio dela e do PMDB”, afirmou.

Em entrevista exclusiva ao blog do John Cutrim, o empresário e suplente de senador, Lobão Filho também confirmou que o candidato Eduardo Braide fez de tudo para ter o PMDB ao seu lado. De acordo com Edinho, Braide o procurou para ter o partido na sua campanha. “Eu mesmo o recebi na Difusora em busca de tal apoio. (…) Estava ele buscando desesperadamente coligar com o PMDB”, afirmou Lobinho.

O empresário contou que Eduardo Braide buscou o apoio de todo o grupo Sarney. “É absolutamente verdadeiro que o candidato Eduardo Braide procurou a todos nós. (…) Muito legítimo da parte dele, já que ele sempre fez parte do meu grupo político”, declarou Edinho Lobão.

O filho do senador Edson Lobão disse ainda que o caminho natural do PMDB seria apoiar Eduardo Braide, caso a legenda não tivesse optado pela candidatura própria, contra a sua vontade e da ex-governadora Roseana Sarney. “Poderíamos, sim, ter apoiado Eduardo Braide, seria algo natural”, assinalou Edinho Lobão.

Publicidade Rodapé