Primeiras maquinistas mulheres da Ferrovia Norte Sul comemoram o seu dia - Blog da Kelly

Publicidade Top

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Primeiras maquinistas mulheres da Ferrovia Norte Sul comemoram o seu dia

Kate e Luciana são amigas, jovens e profissionais ferroviárias. Em comum têm uma característica muito especial: são as primeiras maquinistas mulheres da Ferrovia Norte Sul, administrada pela empresa VLI. Nesta quinta-feira, 20 de outubro, elas comemoram com os demais colegas o Dia do Maquinista.

Ambas são do município de Porto Franco e a idade é mesma, 28 anos. Com muitas expectativas na carreira, foram admitidas há dois anos na VLI para o cargo de oficial de operações ferroviárias, cuja função é auxiliar maquinistas nas manobras das locomotivas de pátio.

Atentas às possibilidades de crescimento que a empresa oferecia, aliada a paixão e curiosidade pela profissão, Kate Marques e Luciana Barros não mediram esforços para iniciar o processo de mudança de função para maquinista, “em janeiro fizemos um novo processo seletivo e iniciamos treinamento de cinco meses para operar uma locomotiva”, explica Luciana Barros. A função assumida é a de maquinista de pátio, onde são realizadas manobras para carga e descarga, atividades de manutenção.

A rotina da maquinista de pátio é conciliada com o planejamento de carreira. As duas fazem universidade e se preparam para crescer com a empresa: “iniciei a minha vida profissional como vendedora de roupas, conquistei uma vaga na VLI e estou me qualificando para contribuir, cada vez mais, com o crescimento da empresa”, afirma Kate, que é estudante de administração. Luciana, que já conhecia a ferrovia ter trabalhado para um dos clientes da VLI, em Porto Franco, faz engenharia de produção e não descarta novos horizontes na carreira: “ A VLI é uma grande e jovem empresa. Amo o que faço e estou adquirindo um conhecimento único como maquinista, mas quando a gente estuda, adquire novos conhecimentos, o céu é o limite. O que desejo e espero é crescer aqui na empresa”, afirma.

As duas conquistaram mercado e o respeito em uma função ainda predominantemente ocupada por homens e afirmam que a convivência com os colegas é muito tranquila. “São todos muito parceiros e estão sempre disponíveis a nos ajudar. Os maquinistas de pátio são um grande time e temos muito orgulho de representar uma classe responsável por transportar boa parte das riquezas do país”, comemoram Kate e Luciana.

Sobre a VLI

A VLI tem o compromisso de apoiar a transformação da logística no País, por meio da integração de serviços em portos, ferrovias e terminais. A empresa engloba as ferrovias Norte Sul (FNS) e Centro-Atlântica (FCA), além de terminais intermodais, que unem o carregamento e o descarregamento de produtos ao transporte ferroviário, e terminais portuários situados em eixos estratégicos da costa brasileira, tais como em Santos (SP), São Luís (MA) e Vitória (ES). Eleita a melhor empresa de infraestrutura do país pelo anuário Épocas Negócios 360º e escolhida como uma das 150 melhores empresas para se trabalhar pela revista Você S/A, a VLI transporta as riquezas do Brasil por rotas que passam pelas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

Publicidade Rodapé