terça-feira, 15 de novembro de 2016

Adriano Sarney reconhece trabalho da Polícia do Maranhão no caso Mariana Costa

                 
O deputado estadual Adriano Sarney (PV) foi à tribuna, na sessão desta segunda-feira (14), para falar sobre o caso da jovem Mariana Costa, que foi brutalmente assassinada no domingo (13), com a qual tem parentesco (a mesma é sobrinha-neta do ex-senador José Sarney). Ele disse que está consternado com o assassinato e elogiou o trabalho da Polícia do Maranhão nas investigações e prisão do principal suspeito, o cunhado da vítima, Lucas Porto, que já se encontra em Pedrinhas.

Adriano disse que Mariana era uma líder muito querida da Igreja Batista do Olho D’Água (Iboa), tinha muitos valores, mãe de família respeitada, pessoa séria na comunidade, prestava um serviço fundamental à congregação e foi assassinada de forma cruel. O deputado afirmou que o Brasil todo está de queixo caído com o crime.

“Toda a imprensa está noticiando esse caso, porque é um caso de cunho familiar que envolveu o marido da sua irmã, que está preso como principal suspeito. Situações como essa que a gente só vê em filme de terror. Não se sabe ainda o que ocorreu, mas pelo relato da Polícia estadual que, aliás, fez um excelente trabalho desvendando esse crime horroroso, constatou-se que o Lucas Porto, que é o principal suspeito dessa atrocidade, foi três vezes até a residência da Mariana. Da última vez, saiu muito preocupado. Preocupado com o que poderia acontecer se alguém o visse naquele local com ferimentos. A roupa que ele estava no corpo sumiu, ninguém sabe onde está”, comentou Adriano Sarney.
# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2013 Blog da Kelly