“Estamos avançando na política”, diz Fátima Avelino - Blog da Kelly

Publicidade Top

sábado, 31 de dezembro de 2016

“Estamos avançando na política”, diz Fátima Avelino

Raimundo Primeiro


Por ser fruto de uma árdua luta, de ações empreendidas durante muitos anos, a data – o direito ao voto por parte das mulheres brasileiras – não poderia deixar de ser lembrada também em Imperatriz, com as mulheres discutindo na terça-feira, 24 de fevereiro, na Câmara Municipal, desde as 15h, a sua participação no meio político brasileiro e, evidentemente, em nível de município. A luta pela conquista do direito ao voto feminino no Brasil teve início antes da Proclamação da República.
A afirmação foi feita nessa terça-feira pela vereadora Fátima Avelino (PMDB), destacando que o evento teve por finalidade despertar junto às mulheres locais a participação delas na vida pública, que, segundo a parlamentar, ainda é pequena. A cantora Chiquinha Gonzaga foi uma das responsáveis pelo movimento que levou as mulheres ao voto.
Fátima Avelino informou existir atualmente, no Brasil, 13,19% vereadoras, destacando que as mulheres deveriam ocupar maior espaço na vida pública do País. “A gente, hoje, comemora, graças a Deus, o direito ao voto, fruto de árdua luta, mas uma grande vitória”.
A vereadora Fátima Avelino ressaltou, durante entrevista, que as mulheres precisam avançar no que diz respeito à luta que elas empreendem no campo político, buscando espaços nos mais diversos setores da atividade, inclusive em âmbito nacional.
“Precisamos participar de debates realizados dentro das associações; então, a gente precisa discutir, enfim, participar. Só que, aqui na Câmara Municipal, por exemplo, dos 21 vereadores, só 3 são mulheres, perfazendo um total de apenas 12%”, avaliou, acrescentando que, em passado não muito distante, o Palácio Dorgival Pinheiro de Sousa, contou apenas com ela representando o universo feminino imperatrizense. “Só eu fui vereadora durante algum tempo”.
Concluindo, a vereadora Fátima Avelino destacou que o Brasil, o Maranhão e Imperatriz precisam avançar em relação à participação das mulheres no meio político, buscando somar esforços na luta por uma cidade “cada vez mais crescente”. Concordo, mas, claro, uma participação consciente e, sobretudo decisiva, em relação à consolidação do futuro que o Brasil deseja ver efetivado, com melhores condições de vida para todos.
(Artigo escrito por ocasião das comemorações pela conquista ao direito ao voto pelas mulheres brasileiras)

Publicidade Rodapé