Prefeito Assis Ramos decreta situação de emergência na infraestrutura - Blog da Kelly

Publicidade Top

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Prefeito Assis Ramos decreta situação de emergência na infraestrutura

Documento busca medidas necessárias para melhorar vias públicas da cidade

Na última quinta-feira (23) o prefeito Assis Ramos assinou o decreto nº 011/2017, que declara situação crítica na Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos de Imperatriz, causada por atos de administrações anteriores.


Ele enfatiza que compete ao município a preservação do bem estar da população e das atividades socioeconômicas, bem como a adoção imediata de medidas que foram necessárias para combater questões emergenciais.

Além disso, o prefeito enfatiza que é dever legal do gestor público planejar, elaborar, acompanhar atos administrativos, zelando pela boa prestação dos serviços e conservação do patrimônio público.

Assis Ramos ressalta que “encontrou em situação de abandono as vias públicas, trazendo sérios prejuízos ao munícipio, essencialmente a mobilidade urbana”.

O prefeito entende ainda que o processo licitatório da Sinfra tem como objetivo a contratação de serviços de conservação de pavimentos viários, incluindo tapa-buracos, com sessão prevista para a abertura dos envelopes de habilitação, no dia 21 de março, às 8h30, e isso prejudicará os serviços públicos, colocando em risco a população.


“A Secretaria Municipal de Infraestrutura necessita realizar medidas para amenizar o quadro de vulnerabilidade, visto inércia da gestão anterior na adequação da prestação de serviços públicos, notadamente, quanto a preservação da adequada infraestrutura das vias públicas e drenagem urbana”, conteúdo exposto no decreto.


De acordo com o documento, prevê-se, sem desconsiderar legislação específica, que sejam realizadas as contratações emergenciais necessárias, inclusive eventualmente de pessoal, para prestação de serviços essenciais, a fim de suprir a demanda de serviços que necessitam de urgência, com qualidade.

A situação de emergência, conforme o decreto tem prazo de 120 dias, visando à realização das medidas necessárias ao restabelecimento da trafegabilidade das principais vias públicas e demais corredores de trânsito de Imperatriz.

Publicidade Rodapé