quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Sessão solene abre trabalhos da Câmara em 2017

Em sessão solene com as presenças do prefeito Assis Ramos (PMDB) e de outras autoridades civis e militares, a Câmara de Vereadores de Imperatriz iniciou nesta quarta-feira, 1º de fevereiro, as atividades legislativas de 2017. A sessão começou com o hasteamento das bandeiras do Brasil, Maranhão e Imperatriz e execução do Hino Nacional pela banda do 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50º BIS).

Antes da abertura formal dos trabalhos, a vereadora Maura Barroso (Pros), primeira-secretária, fez a leitura de ofício encaminhado pelo prefeito indicando oficialmente a liderança do seu governo na Casa. O líder é Hamilton Miranda (PP) e o vice-líder, Chiquim da Diferro (PSB).

Parceria

O presidente José Carlos abriu sua fala se dirigindo ao prefeito em nome dos demais vereadores, fazendo uma retrospectiva de sua carreira política, iniciada em 1990, lembrando sua experiência como parlamentar, para afirmar que o governo não encontrará nenhuma resistência na Casa “porque todos nós sabemos da missão e do valor de zelar pelo patrimônio do Município”.

“Fazer política não é fácil, é muito difícil. Por isso que às vezes, prefeito, a gente se obriga a ganhar com os aliados e administrar com os adversários”, pontuou.

Deixou nas entrelinhas, recado para aqueles que buscam dificultar a relação institucional entre a Câmara e a Prefeitura: “muita gente não sabe procurar o seu lugar”.

“Não devemos satisfação a meia dúzia”, acrescentou, afirmando que “vereadores e prefeito devem à cidade inteira, porque a cidade é que decide, e aqui na casa estamos para fazer o que é correto”. E disse que espera o mesmo do prefeito: “ssperamos que o senhor faça, lá na Prefeitura, o que é correto”.

José Carlos lembrou ainda que a Câmara tem sido parceira do Executivo em diversos governos, mas manter sua autonomia é fundamental.

“A nossa Câmara é parceira do prefeito”, afirmou, porém ressaltando que a “a Câmara assume um alto risco porque o desgaste do prefeito reflete na Câmara, mas o êxito do prefeito não reflete nos vereadores”.

“A Câmara vai lhe dar sustentação, mas sabendo que seus erros irão refletir aqui, e seus acertos talvez não”, ressaltou.

Disse que é natural o prefeito enfrentar oposição no Legislativo, mesmo governando com maioria.

Finalizando, aconselhou o prefeito a fazer a “política do pires”. “Tem que ir mesmo atrás de recursos, de emendas, independente de partido, porque o senhor agora fala em nome da cidade de Imperatriz”.

Mensagem do prefeito

Em sua mensagem protocolar, Assis Ramos disse que está preocupado com a situação em que encontrou o Município, principalmente na saúde e infraestrutura.

“Apesar dos problemas não estou assustado, estou preocupado”, frisou, e disse que “susto e medo” jamais fizeram parte do vocabulário de sua vida.

Afirmou que tem consciência que o momento pode consagrará-lo como prefeito, dependendo de sua capacidade de reação para enfrentar os problemas, ou “afundaremos todos com o compromisso que assumimos sem a competência e a vontade de assumi-lo”.

Disse que o Hospital Municipal (Socorrão) é um “colosso de problemas” e afirmou que “será um problema até o dia em que ele existir”, e pediu a parceria dos vereadores para a resolução dos problemas do único hospital público municipal. “Sozinho, eu não vou conseguir resolver esse problema, que é o Socorrão”.

Criticou as prefeituras que usam a “terapia da ambulância”, referindo-se ao fato de Imperatriz ser pólo de atendimento de pacientes de cidades em um raio de até 500 quilômetros.

Sobre a infraestrutura, classificou a cidade como “uma tábua de pirulito” devido a quantidades de buracos, lama e ruas interditadas. “Temos dez buracos para cada carro e uma cratera para cada quilômetro de rua”.

Disse que está sendo cobrado até pelos vizinhos, pois a rua onde mora não tem asfalto e está cheia de buracos. “A paciência deles já está se esgotando, mesmo com 30 dias”, brincou.

Reafirmou que vai continuar com a política de corte nos gastos públicos, e informou que conseguiu economizar só com redução de pessoal cerca de R$ 3 milhões em janeiro.

Anunciou também redução em cargos comissionados e gastos com aluguéis de prédios, principalmente na saúde. Finalizando, afirmou que a parceria da Câmara é fundamental e disse esperar por “um grande ano legislativo, exemplar e produtivo”. “Contem comigo, porque eu e toda a população de Imperatriz contamos

# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2013 Blog da Kelly