b

b

sábado, 13 de maio de 2017

Clayton Noleto (Infraestrutura) e Carlos Lula (Saúde) detalharam ações do governo do estado em Imperatriz

Como resultado prático da audiência entre os vereadores de Imperatriz e o governador Flávio Dino, na última segunda-feira (8), os secretários Clayton Noleto (Infraestrutura) e Carlos Lula (Saúde) participaram nesta quinta-feira (11) de audiência pública na Câmara Municipal para detalhar as ações emergenciais que o governo do estado irá executar imediatamente nestas duas áreas.


Carlos Lula fez uma explanação dos investimentos feitos pelo governo do estado no município desde 2015 e oficializou as ações que serão implementadas por sua pasta, conforme entendimento entre o governador e os parlamentares imperatrizenses.

O secretário de Saúde informou que o repasse de R$ 500 mil, fundo a fundo, destinado à compra de medicamentos e insumos para o Hospital Municipal (Socorrão) já estão na conta da Prefeitura. Ele também confirmou a continuidade do repasse para a UPA do São José, a implantação do serviço de oncologia pediátrica, através de convênio com o Hospital São Rafael, e o mutirão de cirurgias ortopédicas no Hospital Macro Regional.




"Imperatriz está perdendo já agora a partir de maio cerca de R$ 1 milhão na saúde por mês em decorrência do corte em repasses feito pelo Ministério da Saúde. Essa ajuda emergencial do governo do estado é muito importante para manter o funcionamento básico da saúde", declarou o secretário, ressaltando que o governo do estado, dentro de suas responsabilidades constitucionais, continua aberto a parcerias com o Município.




Carlos Lula detalhou os investimentos estaduais na saúde de Imperatriz: R$ 36 milhões na construção e R$ 5 milhões mensais de custeio para o Hospital Macro Regional; R$ 1 milhão e 600 mil de repasses à UPA do São José; R$ 90 milhões de investimentos em ampliação e reforma no Hospital Materno-Infantil; e cerca de R$ 235 milhões em repasses para convênios desde 2015, além da implantação da Casa da Gestante. Segundo o secretário, os investimentos mensais somam R$ 20 milhões, entre os repasses ao Macro Regional, às UPA´s (Centro e São José), UTI´s dos hospitais privados.




Infraestrutura




O secretário Clayton Noleto anunciou a quarta fase do Programa Mais Asfalto em Imperatriz, com recapeamento asfáltico de mais 20 quilômetros de ruas nos bairros de Imperatriz.




Noleto lembrou que Imperatriz foi a primeira cidade a receber o programa Mais Asfalto, totalizando em três intervenções mais de 70 quilômetros de asfaltamento, recapeamento e tapa buracos em vários setores da cidade. "Neste ano já fizemos intervenções emergenciais durante o período de chuvas, com a operação tapa buracos, investimento de quase 1 milhão de reais", afirmou.

O secretário explicou que a aplicação dos 20 quilômetros de asfalto, investimento na ordem de R$ 6 milhões seguirão os critérios técnicos do corpo de engenharia da Secretaria de Infraestrutura do Estado, mas a definição de ruas serão definidas em reunião com os vereadores e as lideranças comunitárias. "Entretanto, é importante que essa definição leve em consideração a questão da mobilidade urbana e a interligação entre os bairros", ressaltou.




Sobre as obras na Beira-Rio, o secretário adiantou que o objetivo é entregar a primeira fase antes do aniversário da cidade, 16 de julho. "Provavelmente em dez dias a gente termine o aterro da lagoa. A obra de contenção de erosões já foi concluída na parte da primeira lagoa e segue até o cais. Portanto, a próxima etapa é a construção da esplanada, que será a maior do Maranhão, onde teremos uma concha acústica, de 20 mil metros quadrados e espaço para grande eventos, com capacidade para 40 mil pessoas, e os serviços de paisagismo, urbanização e revitalização", detalhou.




Com relação à rodovia Pedro de Neiva de Santana, o secretário informou que o serviço de cabeamento subterrâneo foi concluído e a obra entra agora na segunda fase de colocação dos postes e luminárias de led, nas pistas e na ciclovia. A previsão para entrega da obra, de acordo com Noleto, é 30 de junho.




Audiência

A sessão de audiência pública foi presidida pelo presidente da Comissão de Obras e Serviços Públicos, vereador Hamilton Miranda, e contou com as presenças também dos secretários municipais, Alair Firmiano (Saúde) e Marlon Moura (Governo), do deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB), do superintendente regional de Articulação Política do governo estadual Adonilson Lima, técnicos de órgãos governamentais e organizações da sociedade civil. 

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2015 Todos os direitos reservados.
Produzido por
Dicamax Tecnologia e Comunicação