sábado, 18 de novembro de 2017

Comerciante acusado de matar a ex-mulher é colocado em liberdade

O progresso-
Foi colocado em liberdade, nessa quinta-feira (16), o comerciante Clodoaldo da Silva Alves, 36 anos, acusado de matar a ex-mulher, a bancária Elizelda Vieira de Paula Alves, que tinha 29 anos.

O crime aconteceu no dia 26 de dezembro do ano passado em um dos quartos do Hotel La Belle, localizado na Rua Leôncio Pires Dourado, bairro São José do Egito.
Clodoaldo da Silva Alves foi contemplado com um habeas corpus deferido pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, cujo desembargador relator afirmou em sua decisão que a “prisão preventiva do acusado foi decretada sob o fundamento da garantia da ordem pública, tendo em vista sua alta agressividade, muito porém a gravidade em abstrato do delito, a repercussão causada pela prática, bem como o sentimento de impunidade não dão sustentáculo ao cárcere privado”.
A defesa, feita pelo advogado Wendel Oliveira, requereu a concessão do habeas corpus para que fosse revogada a prisão do acusado, alegando que Clodoaldo da Silva Alves, além de possuir bons antecedentes, tem residência fixa e é empresário. Também sustentou a ausência de fundamentos da decisão do juiz ao prolatar a sentença de pronúncia e já anuncia, é nula, pois excede-se na linguagem e deverá nas próximas empreitadas anular o processo desde a pronúncia.
Clodoaldo da Silva Alves é obrigado a cumprir todas as determinações da justiça, e uma delas é a de não se ausentar da comarca de Imperatriz sem ordem expressa da Justiça.
# Compartilhar: Facebook Twitter Google+ Linkedin Technorati Digg

Galeria de Fotos

 
Copyright © 2013 Blog da Kelly