Hospital Macrorregional de Imperatriz participa de projeto do Ministério da Saúde que qualifica segurança dos pacientes em hospitais públicos - Blog da Kelly

Publicidade Top

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Hospital Macrorregional de Imperatriz participa de projeto do Ministério da Saúde que qualifica segurança dos pacientes em hospitais públicos

O Ministério da Saúde e Hospitais de Excelência iniciaram, nesta segunda-feira (11), reunião técnica com 120 hospitais do país selecionados no Projeto Colaborativo “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil”, em São Paulo, com a participação da equipe do Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto. A unidade, instalada pelo Governo do Estado na Região Tocantina, é referência para 43 municípios das regiões de saúde de Imperatriz, Açailândia, Balsas e Barra do Corda. 


O evento, que se estende até a próxima quarta-feira (13), tem como principal objetivo orientar os profissionais de saúde quanto as melhores práticas para o cuidado da segurança do paciente nos hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Uma equipe formada por cinco profissionais do Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto embarcou, neste fim de semana, para São Paulo para participar do Projeto Colaborativo “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil”, que terá duração de três anos. 

O diretor administrativo do Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto, Felype Hanns, destaca que a unidade já possui e aplica normas e procedimentos internos relacionados à segurança do paciente. Além disso, a participação no projeto vai possibilitar ainda mais a qualificação do serviço. 

“Vamos identificar o que ainda pode ser implementado para garantir a segurança desses pacientes. O programa é importante, pois vai possibilitar que o nosso hospital seja referência para outras unidades do país no cuidado ao paciente”, explica Hanns. Também participam do evento Francisco Alves, Eliete Carvalho, Sara Pinto e Ruilane Lima. 

As 120 unidades selecionadas serão divididas em grupos coordenados pelos seis Hospitais de Excelência: Hospital Alemão Osvaldo Cruz (SP); Hospital Beneficência Portuguesa (SP); Hospital do Coração (SP); Hospital Israelita Albert Einstein (SP); Hospital Sírio Libanês (SP) e o Hospital Moinhos de Vento (RS). 

A ação visa reduzir em 50% as infecções relacionadas à assistência à saúde no país, entre elas, infecção da corrente sanguínea associada ao uso de Cateter Venoso Central (CVC); pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV); e a infecção do trato urinário (ITU). A medida prevê também uma redução de R$ 1,2 bilhão de gastos com tempo de permanência do paciente nos leitos e com a utilização de insumos. 

Referência

Desde que foi inaugurado pelo Governo do Estado em agosto de 2016, o Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto, em Imperatriz, tem oferecido aos maranhenses atendimentos especializados. A unidade, que alcança a população de 43 municípios, tem cumprido na Região Tocantina um importante papel no que se refere aos cuidados na área de urgência e emergência, oferecendo atendimento ambulatorial, especialidades médicas e exames especializados aos maranhenses.

Segurança do Paciente 

Em 2013, o Ministério da Saúde lançou o Programa Nacional de Segurança do Paciente com o objetivo de prevenir e reduzir a incidência de eventos adversos – incidentes que resultam em danos ao paciente, como quedas, administração incorreta de medicamentos e erros em procedimentos cirúrgicos nos serviços públicos e privados. 

Entre as principais ações do programa está a implantação de uma gestão de risco e os núcleos de segurança do paciente nos estabelecimentos, além de envolver pacientes e familiares nas ações e fomentar a inclusão do tema no ensino técnico, graduação e pós-graduação de saúde.

PROADI-SUS 

O Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), possibilita que as entidades de saúde de referência participem do desenvolvimento do SUS, transferindo tecnologias de gestão e de atenção úteis para serem adaptadas pela rede pública, além de desenvolverem pesquisas de interesse do sistema. 

Entre 2015 e 2017, estão em execução 132 projetos nos seis hospitais de excelência, Albert Einstein, Sírio-Libanês, Hospital do Coração, Oswaldo Cruz, Moinhos de Vento e Samaritano. Atualmente, há 10 projetos relacionados a segurança do paciente e qualidade de serviços por meio do PROADI-SUS.

Publicidade Rodapé