PREFEITO HONESTO COBRA POR ESTACIONAMENTO EM DIVERSAS RUAS DE IMPERATRIZ - Blog da Kelly

Publicidade Top

terça-feira, 15 de maio de 2018

PREFEITO HONESTO COBRA POR ESTACIONAMENTO EM DIVERSAS RUAS DE IMPERATRIZ

Foi divulgado em um jornal de grande circulação de Imperatriz nos últimos dias uma lei que irá criar o estacionamento rotativo na cidade. O estacionamento rotativo, também conhecido como zona azul, é um sistema que impõe algumas regras para o estacionamento de veículos na via pública, alinhados ao meio-fio da calçada. Os valores variam de acordo com o veículo e o tempo de ocupação da vaga.

Na Resolução Nº 302/2008 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que regulamenta as áreas de segurança e de estacionamentos específicos de veículos, encontramos uma definição oficial no inciso VI do artigo 2º: “Art.2º Para efeito desta Resolução são definidas as seguintes áreas de estacionamentos específicos: VI – Área de estacionamento rotativo é a parte da via sinalizada para o estacionamento de veículos, gratuito ou pago, regulamentado para um período determinado pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via.”

Desta forma, é importante ressaltar que o Contran não exige que seja necessário pagar para deixar o veículo em uma área de estacionamento rotativo, trata-se de uma opção da prefeitura em querer arrecadar dos motoristas de Imperatriz.


“Na teoria parece ser bom, na prática, duvido muito que a prefeitura irá utilizar esse recurso para melhorar a estrutura de nossa cidade. Imperatriz já recebe milhões todos os meses, e não investe para melhorar a vida de seu povo. Essa é mais uma forma de tirar dinheiro do trabalhador que tem sua renda contada”, desabafou Luís Henrique sobre a medida em sua rede social.

Segundo o documento publicado, já foram definidos os valores das taxas que serão desembolsados: para veículos de passeio e comerciais leves (até 4.000 kg ou até dois eixos) e os de categoria aluguel será cobrado R$2,00 por hora. Já para motocicletas, ciclomotores, motonetas ou triciclos o valor é de R$1,00 pelo mesmo período. Os proprietários de caçambas deverão pagar a tarifa de R$10,00 por dia de ocupação de segunda a sexta-feira, e R$5,00 aos sábados.

“Como vai ficar a vida de quem trabalha nessas ruas e precisa deixar seu veículo estacionado o dia inteiro? Eu tenho uma moto e trabalho oito horas por dia. Vou ter que pagar R$8,00 simplesmente para deixar meu veículo parado em via pública? Isso não existe”, reclama Maria das Graças que trabalha em uma loja no centro da cidade.



Publicidade Rodapé