De tudo um pouco, até chegar a empresário - Blog da Kelly

Publicidade Top

terça-feira, 12 de junho de 2018

De tudo um pouco, até chegar a empresário

A família Marques chegou a Imperatriz em 1972. Com os pais, Maria Lucimar e Manoel Edmilson Marques, além dos seis irmãos, Manoel Marcone Marques veio de Morrinhos, município localizado às margens do Rio Morrinhos, no Estado do Ceará, em busca de melhorias. Ou seja, prosperar e mudar a realidade da vida com ínfimas perspectivas de transformação na terra em que vivam. As dificuldades eram inúmeras.
Em Imperatriz, em 1982, Marcone perdeu o pai. O episódio apresentou um cenário de diversas dificuldades, as quais se mostravam intransponíveis. Entretanto, ele não desistiu, foi adiante. Primeira iniciativa: assumir a responsabilidade da casa, isto é, ajudar a mãe na manutenção da família.
“Sendo o filho mais velho, cheguei à conclusão de que seria minha obrigação criar a nossa família. Fiz isso. De nada, me arrependo”, lembra ele, emocionado, ao falar sobre os turbulentos dias que enfrentaram.
Marcone já fez de tudo um pouco. Antes de empreender, foi catador de papéis, vendedor de picolés, entre outras atividades, sempre almejando melhorias para seus familiares. Não parava, era um jovem em permanente transformação na busca por conquistar posição e espaços, principalmente no campo profissional. Ter um lugar ao sol na cidade que adotou como terra natal, apesar de ser morrinhense de nascimento.
Já foi funcionário público. Enfaticamente, Marcone informa ter sido uma satisfação trabalhar na Câmara Municipal de Imperatriz, emprego conseguido pelo ex-vereador Lamartine Milhomem. Porém, o disposto jovem continuou sua jornada, trabalhando como office-boy do Juçara, um dos mais tradicionais clubes da cidade. Foi lá que, como costuma dizer, “encontrei minha cara-metade”, a então secretária Ioneide da Silva Borges Marques.
A efetiva luta pelas conquistas das metas começou naquele instante, após conhecer sua futura companheira, por entender que, com o emprego que tinha no Juçara Clube, não teria condições para manter “nossa casa”.
Marcone pediu demissão ao então presidente do JC, Nilton Camisão, e partiu em busca dos objetivos traçados. “Foi aí, que, de fato, corri em busca de melhorias financeiras para conseguir realizar o sonho de ser alguém na vida”, conta.
Pouco tempo depois, já estava trabalhando. Agora, no Araçagy Clube de Imperatriz, desempenhando a função de zelador de piscinas, mas nunca se esquecendo do sonho de montar o seu próprio negócio. Disso, ele não abria mão, era, obviamente, o inarredável desejo – a grande meta. O pódio a ser conquistado.
Desta forma, foi que surgiu a empresa Tok Bolsas. O fruto de um zelador de piscinas, de alguém que conseguiu perpassar várias adversidades, “grandes tempestades”. Num universo em que são muitas as dificuldades e boa parte dos empreendedores desiste no meio do caminho, quando a estrada começa a ficar intransponível, o empresário Manoel Marcone Marques conseguiu quebrar paradigmas e consolidar um grande projeto de vida.
Marcone jamais arredou pé do propósito de atingir a meta desde o dia em que conheceu a companheira-auxiliadora, a também determinada empreendedora Ioneide da Silva, abrir as portas da Tok Bolsas, na rua Godofredo Viana, centro comercial de Imperatriz, um dos mais sólidos empreendimentos comerciais da segunda maior cidade do Maranhão.
A propósito, Marcone diz sentir-se, hoje, com orgulho, ao ver parte do seu sonho se tornando uma palpável realidade. Não na condição de empresário, mas, sobretudo, como um cidadão imperatrizense, por nunca ter desistido de seus objetivos. Ou sonhos, como gosta de ressaltar. É “Cidadão Imperatrizense”, título outorgado pela Câmara Municipal, por meio de indicação do ex-vereador Joel Gomes Costa.
Com relevante folha de serviços prestados em Imperatriz, Marcone Marques é, atualmente, diretor para Assuntos da Microempresa da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), ex-presidente da Associação dos Lojistas do Calçadão (ALC), além de venerável mestre da Loja Maçônica Firmeza e Humanidade, da qual diz ter orgulho de participar.
A história de sucesso da Família Tok Bolsas não se restringe mais aos limites de Imperatriz. É uma empresa intermunicipal, tendo em vista possuir em sua carteira clientes de várias cidades da região e, inclusive, de outros estados, caso do Tocantins e do Pará.
Marcone também foi agraciado com a Distinção Honrosa “Orgulho da Gente”, outorgada pela Prefeitura Municipal de Imperatriz, gestão Sebastião Torres Madeira, por isso – e muito mais – o líder empresarial afirma sentir praticamente um homem realizado, reconhecido por “minha cidade”, pelos meus atos e pelas minhas condutas.

Publicidade Rodapé