Segurança é discutida por juízes eleitorais do Maranhão - Blog da Kelly

Publicidade Top

sábado, 23 de junho de 2018

Segurança é discutida por juízes eleitorais do Maranhão


O desembargador Cleones Carvalho Cunha, corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, presidiu reunião nesta quinta-feira (21) dos juízes que irão comandar as eleições 2018. A pauta de discussão foi elaborada com base nas manifestações encaminhadas pelos juízes e o tema segurança pública foi o primeiro a ser abordado.

Para o corregedor, que conduziu a reunião junto com o diretor-geral Flávio Costa (TRE) e o assessor André Mendes (Corregedoria), debater pontos importantes das eleições é fundamental para o país que, neste momento, enfrenta crise moral, ética e política gravíssima, mas que, com o trabalho sério dos juízes e servidores, a Justiça Eleitoral irá executar bem, propiciando com que o eleitor possa escolher seus representantes. Acrescentou ainda que as práticas de abuso de poder político e econômico cometidas por candidatos e partidos políticos devem ser combatidas, além de as notícias falsas serem contidas, o que se revela como missão complexa diante da realidade em que tudo propaga tão rapidamente.
Também presente ao evento, o desembargador Ricardo Duailibe, presidente do Regional, destacou que a reunião trata, sobretudo, de encontro de trabalho cujo objetivo é capacitar todos para as eleições que se anunciam.
O comandante do 24º Batalhão de Infantaria Leve, coronel Marcus Vinícius Soares Guimarães de Oliveira, explanou sobre as estratégicas que serão utilizadas nas eleições, uma vez que a Corte Eleitoral já deferiu força federal para 42 municípios que deve ser apreciada pelo Governo do Estado e Tribunal Superior Eleitoral.
O subcomandante da Polícia Militar, coronel Pedro Ribeiro, apresentou o plano operacional e garantiu aos juízes a distribuição do policiamento dentro das respectivas zonas eleitorais e locais de votação e apuração, e o atendimento às solicitações da justiça eleitoral a fim de fazer cumprir a legislação específica garantindo a segurança e a ordem antes, durante e depois do pleito.
Ainda foram abordadas as principais inovações conferidas às eleições 2018, notadamente a inserção do nome social no cadastro nacional, a transferência temporária de eleitores - que assegurará o direito ao voto de cidadãos afastados de domicílios eleitorais, e as auditorias de urnas eletrônicas.
Outro ponto de destaque foi a logística de transporte e de distribuição das urnas eletrônicas e materiais de votação traçada com o objetivo de disponibilizar às zonas eleitorais os materiais necessários à realização das eleições desde os atos preparatórios até a diplomação dos eleitos.

Reconhecimento

Os juízes que participaram das audiências públicas de controle social e cidadania promovida pela Rede de Controle da Gestão Pública receberam certificados de reconhecimento. A Rede tem por objetivo desenvolver ações direcionadas à fiscalização, diagnóstico e combate à corrupção.
Os magistrados condecorados foram: Marco Adriano Ramos Fonseca (67ª ZE - Pedreiras), Odete Maria Pessoa Mota Trovão (20ª ZE - Viana), Ferdinando Marco Gomes Serejo Sousa (substituto da 60ª ZE - São Domingos do Maranhão), Bruno Barbosa Pinheiro (78ª ZE - Bom Jardim), Ivis Monteiro Costa (38ª ZE - São Bento) e o André Bogéa Pereira Santos, que contribuiu quando estava investido na função eleitoral de Açailândia.

Publicidade Rodapé