Policiais militares acusados de homicídio são inocentados pela justiça em Imperatriz - Blog da Kelly

Publicidade Top

domingo, 16 de setembro de 2018

Policiais militares acusados de homicídio são inocentados pela justiça em Imperatriz

Os soldados da polícia militar Maike Sousa e Wictor Lira foram absolvidos por sentença de impronuncia pela excelentíssima Juíza de Direito da 1 vara criminal de Imperatriz, Dra Edilza Barros Ferreira Lopes Viegas, na decisão a magistrada decidiu pela impronuncia dos policiais ao tribunal do Júri, relatando que os indícios de autoria são frágeis e insuficientes para remeter os denunciados a julgamento pelo tribunal do Júri, aonde as provas contrárias as de negativa de autoria apresentada pelos réus são fracas, haja vista que nenhuma testemunha foi capaz de aponta-los como autores do crime, destaca-se o entendimento da Magistrada em que é necessário um mínimo de elementos a apontar um CIDADÃO como possível autor de um crime contra a vida, sofrendo o risco de ser levado a julgamento popular.

Assim JULGOU IMPROCEDENTE o pedido da denúncia por não haver provas da participação dos acusados no crime constante na denúncia, e com FULCRO NO ART. 414 DO CPP, por não existir indícios suficientes de autoria, a Excelentíssima Juíza titular da primeira vara criminal absolveu os policiais militares revogando de imediato a prisão preventiva dos mesmos expedindo alvará de soltura, que após dado vistas ao Ministério Público, o promotor de justiça responsável pelo caso não recorreu da decisão concordando com a inocência dos acusados, sendo transitado e julgado a devida decisão da Magistrada.


Segundo a defesa dos policiais militares que foi feita pelo renomado advogado criminalista de Imperatriz, Dr Oziel Vieira OAB/MA 3303, a justiça foi feita, pois ao final da instrução criminal restou comprovada a inocência dos policiais que não tinham nenhum indício ou motivação para se envolverem com o crime apontado na denúncia, destacando ainda que os PM's são grandes profissionais e tem em seus currículos muitos reconhecimentos por parte de seus comandantes.


Segue abaixo parte da decisão judicial da absolvição dos policiais militares.

Publicidade Rodapé