Flávio Dino entrega estrada de Paulino Neves e coloca a região na rota do turismo brasileiro - Blog da Kelly

Publicidade Top

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Flávio Dino entrega estrada de Paulino Neves e coloca a região na rota do turismo brasileiro

A Rota das Emoções está mais rápida e mais fácil do que nunca. Primeiro, foi a ponte sobre o Rio Novo, em Paulino Neves, entregue em 2017. Agora, nesta terça-feira (15), o governador Flávio Dino entregou a MA-315, rodovia que liga o município até Barreirinhas.
A Rota das Emoções inclui os estados do Maranhão, Piauí e Ceará, num trajeto cheio de belezas naturais. Quem vinha do Ceará e do Piauí tinha dificuldade de fazer o trecho entre Paulino Neves e Barreirinhas, que era tomado pela areia. Isso afastava turistas. Agora toda a região está integrada à rota do turismo brasileiro.
Nova estrada entre Barreirinhas e Paulino Neves (Nael Reis)
São 38 quilômetros de asfalto e bloquetes, que respeitam os aspectos naturais da região. Por isso, é a primeira ecorodovia do Maranhão.
“Queremos que essa estrada e a ponte sejam o ponto de partida de um ciclo de desenvolvimento para toda a região dos Lençóis Maranhenses, para que as cidades estejam integradas àquilo que Barreirinhas já vivencia, que é a presença de milhares de turistas todos os anos”, afirmou o governador Flávio Dino. “Isso vai gerar mais emprego e renda”, completou.
Flávio acrescentou que “estamos colocando Paulino Neves na rota do Brasil. Às vezes demora um tempo para entender isso. Paulino Neves antes fazia parte da rota do Maranhão. Hoje, com a ponte e a estrada, faz parte da rota turística do Brasil”.
O governador lembrou que a estrada é também o resultado da parceria do poder público com o setor privado. A Ômega Energia trabalhou com o Governo na implantação do calçamento de cerca de 10 km no perímetro urbano entre os povoados.
Muito mais rápido
Sem a estrada e sem a ponte, percorrer o trecho entre Barreirinhas e Paulino Neves com carro sem tração exigia uma grande volta, de aproximadamente 3 horas e meia. Agora, o percurso pode ser feito em meia hora.
Um dos que passaram a economizar tempo e dinheiro foi Bernardo Marques, morador de Passagem Grande. De acordo com ele, antes levava mais de uma hora para chegar à sede de Paulino Neves. Agora, são 20 minutos: “Era areia brava. Aí começou a melhorar e ficou 100%”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade Rodapé