Cidades cortadas por ferrovia no Maranhão terão policiamento reforçado - Blog da Kelly

Publicidade Top

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Cidades cortadas por ferrovia no Maranhão terão policiamento reforçado


Parceria celebrada nesta semana entre o Governo do Maranhão e a Vale vai garantir cerca de R$ 60 milhões em investimentos para vários setores, incluindo a Segurança Pública. A ideia é intensificar o combate à criminalidade nas cidades maranhenses por onde passam linhas da Estrada de Ferro Carajás, uma das mais importantes ferrovias do país, que liga o Porto da Madeira, em São Luís, à maior mina de minério de ferro a céu aberto do mundo, na Serra dos Carajás (PA).

O acordo de cooperação assinado entre o governador Flávio Dino e o diretor-presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, prevê a cessão, em regime de comodato, de quatro imóveis ao logo da ferrovia, para que as Policiais Civil e Militar instalem bases operacionais, administrativas, centros de treinamento e alojamentos.

Os imóveis estão localizados nas cidades de Vitória do Mearim, Alto Alegre do Pindaré, Açailândia e São Pedro da Água Branca.3

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, a Vale já atua em parceria com o governo maranhense no setor de segurança. Como exemplo, Portela citou a doação que a mineradora fez de seis casas na área Itaqui-Bacanga, em São Luís, que resultou na instalação do Complexo Policial da região em agosto de 2017. O Complexo hoje reúne forças das Polícias Civil e Militar, que atuam na segurança e investigação criminal em 53 bairros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade Rodapé