Trem de passageiros da Vale é impedido de entrar no Pará e viagem foi interrompida em Açailândia - Blog da Kelly

Publicidade Top

terça-feira, 24 de março de 2020

Trem de passageiros da Vale é impedido de entrar no Pará e viagem foi interrompida em Açailândia

Passageiros que partiram no trem da Vale em direção ao Pará, tiveram que ficar na cidade de Açailândia. Isso ocorreu, pois o governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou na segunda-feira (23) que proibiu a entrada de um trem de passageiros da mineradora Vale no estado. A medida, publicada em uma rede social, faz parte das medidas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) na região.
De acordo com Helder, o trem com passageiros ficará retido na cidade de Açailândia, no Maranhão. Ainda não há previsão para quando a entrada dos trabalhadores no estado seja liberada.
Em nota, a Vale informou que os passageiros que tinham como destino as cidades paraenses atendidas pelo trem foram 100% ressarcidos do valor pago e poderão retornar aos pontos de embarque de origem utilizando o próprio trem de passageiros, que voltou para São Luís na segunda-feira (23). Ainda foi oferecida a possibilidade de remarcação as passagens para outra data. Mais informações podem ser obtidas por meio do canal de atendimento Alô Ferrovias (0800 285 7000).
A Vale ainda informou que o comitê executivo da empresa está reunido para tentar buscar uma solução para o imbróglio, inclusive espera uma manifestação da ANTT para tomar uma decisão. Na quarta-feira (25), o Trem de Passageiros não circula, como já ocorre normalmente todas as quartas.
Ainda existe a possibilidade de provisoriamente, o Trem de Passageiros da Vale ficar funcionando apenas em território maranhense, as viagens seriam entre São Luís e Açailândia.
Fechamento das Fronteiras
Na última sexta-feira (20) Helder anunciou a suspensão das viagens de ônibus interestaduais por 15 dias. A medida que entrou em vigor no domingo (22) também diz respeito as viagens hidroviárias.
Em relação às viagens aéreas, Belém ainda recebe voos de outros estados. Entretanto, as viagens internacionais que tinham como ponto de embarque ou desembarque a capital paraense foram cancelados. Segundo o governador, o funcionamento dos aeroportos é de responsabilidade do Governo Federal.
*Com informações do portal G1 do Pará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Publicidade Rodapé